segunda-feira, fevereiro 18, 2008

De volta à Finlândia

A viagem de volta para Finlândia não foi tão complicada como a viagem de ida. Tivemos um momento de tensão.
Um dia antes da nossa viagem Lu ligou para a companhia aérea para saber quanto era o limite de peso por passageiro. Somente isso. Eles pediram o número da nossa reserva para saber se teríamos que fazer algum chekin no meio do caminho e avisaram a Lu que nossa reserva estava cancelada. Isso mesmo, can-ce-la-da! Logo depois de dizer essa bomba, responderam a pergunta sobre o peso das bagagens que naquele momento nem era tão importante assim. Lu chegou na sala assustado, dizendo que a nossa reserva foi cancelada. Lá fomos nós para o aeroporto resolver isso cara-a-cara com a empresa aérea. Detalhe isso aconteceu em uma tarde de domingo, ou seja, a agência SUECA que nos vendeu a passagem estava completamente fora de serviço.
Conclusão, fomos diretamente no balcão da empresa aérea no aeroporto internacional do RJ e conseguimos resolver mais esse problema. O bendito funcionário da empresa aérea conseguiu duas vagas em todos os vôos (RJ-Alemanha-Helsinki) que nós tínhamos "perdido", só que para um dia depois do previsto. Sem problemas. Foi ótimo pois ficamos mais um dia com meus pais e meu irmão e não pagamos nada pela mudança. O engraçado foi que ele nos disse que nossa reserva foi cancelada pois não usamos a primeira passagem de Helsinki para Munich, por isso todas as outras foram canceladas, sucessivamente, depois de 24h do horário da primeira passagem.
Para quem leu os três últimos post, sabe o que isso poderia implicar. Se aquela confusão toda demorasse mais que 24h de viagem, ficaríamos no meio do caminho com todos os vôos cancelados sem ter como ir para o Brasil e nem como voltar para a Finlândia. Ainda bem que não ficamos sabendo disso no meio do caminho para o Brasil. Só com emoção.
A viagem de volta foi tranquila, tirando o fato que no maior trecho (RJ->Alemanha), o vídeo das nossas cadeiras não funcionaram. No começo da viagem isso me abalou um pouco, fiquei triste, já que não consigo dormir em viagens de avião e os filmes que passam no avião me distraem. Lu resolveu tomar logo uma taça de vinho e eu fui na onda também. Não demorou muito para dormirmos, o álcool fez efeito bem depressa.
Enfim, depois de todas essas emoções fomos para o Brasil e voltamos para Helsinki bem, dessas confusões todas, isso é o que importa. :)

4 comentários:

Cassio disse...

Eu tinha realmente esquecido de perguntar por que vocês tiveram que ficar um dia a mais no Brasil. Diante de tanta confusão com a viagem de ida, essa parte virou um mero detalhe realmente.

Mas que urucubaca, hein?

Vinicius disse...

Cassio disse justamente o que eu ia dizer: urucubaca mesmo!

Mônica Paz disse...

UAU quanta emoção em uma viagem de férias heim?

E o pior é que quando a gente assiste aquelas comédias, ficamos achando que é muita mentira. rsrrsrs

Minha máquina quebrou, ando sem tempo para as blogadas...

bjs

celestial__soul disse...

Eu queria viajar pra finlandia, mas queria saber de alguem que ja foi, alguma informaçoes...
pode mos conversar?
pode me add?
ceci_line91@hotmail.com

brigada
:*