sexta-feira, novembro 17, 2006

Minha semana

Ontem fomos assistir um filme com Xan, Sandra e Emma (amiga francesa de Sandra).
Antes de irmos para o cinema encontrei com Lu na frente do trabalho dele e fomos pegar o metrô junto com os colegas de trabalho dele. Estávamos indo encontrar com Xan e Sandra no cinema.
Em relação ao metrô, não posso deixar de comentar uma coisa muito esquisita para quem sempre morou no Brasil: não existe ninguém para cobrar se você está ou não com ticket. Isso mesmo, você compra o ticket em uma máquina e vai pegar seu metrô. Mas se por acaso o fiscal estiver no dia que você passou o calote, você terá que pagar uma multa de 66 €. O ticket vale 2 €, quase nada em comparação a multa, então eu recomendo: compre o ticket.
Lu usou o cartão do ônibus no metrô e eu não precisei comprar o ticket pois já tinha comprado o ticket no ônibus. Esse ticket do ônibus pode ser usado também no metrô e no trem quantas vezes você quiser até 1h10min depois da hora que você comprou. Legal, né?
Quando chegamos no local do cinema, descobrimos que estávamos no cinema errado. Só para esclarecer, não temos nada contra os colegas de Lu, só que eles estavam indo ver um filme em inglês (Borat) e com legenda em finlandês. Eu e Sandra não iríamos entender nada, por isso Lu e Xan acompanharam a gente nesse outro filme mais acessível falado em espanhol.
Pegamos o metrô de novo e fomos para o cinema onde Sandra estava nos esperando. Encontramos com Xan no caminho e enfim, encontramos com Sandra.
Fomos ver o filme Volver de Almodóvar, como já disse é em espanhol e com legendas em finlandês e sueco (ao mesmo tempo!). No geral, achei o filme bem legal, é um filme forte e bonito! Vale a pena assistir! Disse "no geral" porque eu entendia algumas palavras e outras não, mas deu pra entender a essência do filme. :)
Eu fiquei surpresa foi com o tempo de trailler e propaganda que foi mais ou menos 30 minutos, haja paciência!
Uma coisa legal do cinema que fomos (não sei se todos são assim) é que você escolhe a cadeira que quer sentar na hora que compra o ingresso, massa, né? Não precisa se preocupar em chegar primeiro na fila, seu lugar já está guardado. Lá em Salvador, eu só tinha visto isso em teatros, nunca vi em cinemas.
Depois do filme, Emma teve que ir embora e fomos a um restaurante mexicano com Xan e Sandra para comer algo. A comida era muito boa! Logo depois de comer, como já estava tarde, voltamos pra casa. Foi uma noite bem diferente das outras, foi uma boa oportunidade pra conhecer mais Sandra e Xan.
Essa semana não foi muito movimentada. Eu quase não sai de casa, só para ir no mercado comprar comida. Acho que vou engordar desse jeito!
Voltei a fazer meus pontos-de-cruz, tomara que eu consiga terminar a toalhinha que estou bordando já faz um século. Vou seguir os conselhos de minha mãe, nesse fim de semana vou comprar agulha de tricot e lã e tentar fazer alguma coisa com a revista ela me emprestrou. Isso vai ajudar a passar mais rápido meus dias aqui em casa.

12 comentários:

Anônimo disse...

Oi Carol!

Qndo eu passo mto tempo dentro de casa (e não preciso sair pra UFRN), eu tento fazer uns exercícios físicos no chão mesmo. Depois que comprei a bicicleta, melhorou pq é só botar o tenis e dar uma volta até ficar suado =]

Näkemiin (até depois)

Eulina Lordelo disse...

Carol,
Demorei para voltar ao blog porque perdi o endereço e foi uma maratona localizar de novo. Eu queria lhe dizer, ainda sobre os primeiros posts que eu li, que o dinheiro recebido pelas embalagens de bebidas é apenas um retorno. Preste atenção na nota na hora de comprar as bebidas, provavelmente o preço do líquido é separado do preço do vaso. Enfim, você só faz recuperar seu dinheiro. Na Noruega, como as pessoas são muito ricas, muita gente não devolve as embalagens e deposita direto no lixo. Daí tem umas pessoas mais pobres (não muito, acredite!)que saem catando esses vasos e levam ao supermercado para vender.

Carol e Lucas, fiquei morta de pena desse método de ver filme em casa. Lamentável. Compra essas coisas a prestação, não tem isso aí não? Viver sem televisão no mundo de hoje é tortura, é assim que nós brasileiros nos comportamos.

E olha, eu estou é morta de inveja desse frio todo. Aqui tá muito esquisito em Salvador, chove demais, esquenta, esfria. O bom é esse frio constante. Enfim, abraços.

Eulina Lordelo disse...

Meninos:

Depois de 8 meses na Noruega, eu descobri que, a partir de certo horário do dia e nos fins de semana, uma passagem de ônibus dá direito a um acompanhante grátis. Vejam se aí não tem nada parecido, heim?
Outra coisa sobre transporte. Não existem cartões mensais? Eles sempre saem mais barato.

Wagner Saback Dantas disse...

Alô, Carol!

A idéia do tricô é muito boa. Acredito que vá lhe fazer bem demais voltar à prática. Já em relação ao cinema, fico me perguntando: deve ser uma loucura acompanhar uma legenda em duplo idioma, não? Rapaz, que maluquice!

Menina, continue escrevendo quando puder, tá? Estou adorando! Quanta experiência rica (e, por vezes, desconfortável! Mas, está no roteiro do cotidiano também, né?), meu Deus!

Enfim, vamos em frente!

Super beijo e um ótimo final de semana pra vocês,
Wagner - Fpolis, SC, BR, 17.11.2006, 19h29 (horário de verão)

Anônimo disse...

Em Salvador tem cinema com cadeira marcada, o cine do shopping itaigara é assim

Eulina Lordelo disse...

E afinal esse diário não está sendo muitto daily não, heim? Queremos notícias di-a-ri-a-men-te!

Mônica Paz disse...

Oi Cá,
Ponto de cruz??? Eu também sei fazer :-) Temos mais isso em comum. De vez enquando eu dou uma de fazer artesanato. Uma coisa fácil de fazer é fuxico! Rola um monte de coisas, tenho uma blusa, bolsa, almofadas que eu mesma fiz.
Você poderia mostrar nossa cultura aí na Finlândia fazendo uma exposição (aí a gente reabri nossa idéia de empresa de eventos rsrsrsr)

Mônica Paz disse...

PS: mais uma vez eu te aconselho a configurar o blog para evitar postagens anônimas de comentários. Tanto porque as pessoa podem esquecer de colocar o nome quanto podem rolar coisas chatas.

Carlinha disse...

Oi Cá!

Realmente o lance do cinema já com cadeira marcada é bem legal.. Sem os grilos de ter que chegar quase 1 hora antes para pegar um lugar bom para filmes cheios.. Aqui em Salvador só me lembro do cinema do Itaigara que é assim..

Sobre o Volver, eu estou louca para ver! Gosto do filmes de Almodovar.. Do tom polêmico que ele leva nos filmes.. Está passando nos cinemas aqui, devo ir ver esses dias..

Beijos e continue escrvendo!!! Saudades!

Anônimo disse...

Oi Ca!
Bom programa esse.
Hoje a colega de Paulo me chamou pra ver Volver. Depois do seu comentáio, me animei, mas vou amanhã...
Vá em fente com seu ponto de cruz. Eu vou pedir a Aparecida pra me mandar meus artesanatos de lá.
Um beijo
Salete

Anônimo disse...

Ola Caca
Muito bom essa sua atitude de fazer ponto de cruz. Quando puderem comprem uma esteira ou bicicleta e muito util.
beijos Ana

Jessy disse...

Eh o mesmo esquema de metro da Alemanha ;) Onibus tb!
hehehe, o cinema era assim tb, o engracado era em um que fechava uma cortina vermelha dps dos trailers tocava um sino antes de comecar o filme mesmo, morria de dar risada :P Ah, e nesse tinha tb cadeiras para casa ;) O cinema do shopping Itaigara aki eh assim tb, nao conheceu hein? rss
Cuidado com a comida mesmo.. esse inverno.. kkk Todas a meninas que foram engordaram uns 8kg durante o inverno!! E a gente nem percebe no inicio usando tanta roupa :P Chocolates eh uma perdicao.. hummmm