terça-feira, novembro 28, 2006

Desfile de Natal em Helsinki

Eu e Lu ainda estamos montando nossa casa. Já temos os móveis principais como cama, mesa da cozinha, máquina de lavar roupa e mesa para o computador. Na semana passada, compramos o móvel para colocar a TV, o sofá, um tapete para a sala e as luminárias da casa. O sofá e o móvel da TV só chegarão daqui a três semanas. É muito tempo para esperar, mas a atendente disse que eles não tinham no estoque e a fábrica ainda ia produzir o sofá na cor que a gente escolheu (azul). Então, não tem jeito, teremos que esperar mesmo. As luminárias e o tapete ficaram ótimos, compramos duas luminárias para a sala, uma para cozinha e dois abajur para o quarto. Percebi como luminárias fazem diferença, os ambientes se tornam mais aconchegantes. Se você tiver um dinheirinho sobrando, invista em um abajur, garanto que fará diferença em sua casa.
No sábado passado, fomos comprar a televisão, estávamos determinados a sair da loja com a TV. Quando chegamos na loja percebemos que são poucas as TVs de canhão, a maioria das TVs são LCD de tela plana, algumas com uma qualidade ótima de imagem e outras com uma qualidade muito ruim. É claro que as TVs de canhão são mais baratas, mas a gente quer investir em uma TV LCD com uma boa qualidade de imagem, não precisa ser ótima, já que não temos dinheiro para tanto.
Depois de comparar os preços e as imagens, achamos a nossa TV, só que para comprá-la a gente precisaria dividir em 2 parcelas, uma pagaria na hora e a outra só em fevereiro. Claro que não seria tão fácil assim. A atendente disse que para pagarmos dessa forma, precisaríamos ter histórico de crédito de pelo menos 3 anos! Como estamos aqui só há 1 mês, não deu pra comprar. Fizemos a conta dos nossos gastos e nos convencemos a comprar só em dezembro. Até lá vamos continuar vendo CSI no computador mesmo.
A TV vai me ajudar a não me sentir tão só aqui em casa. Quando morava sozinha em Salvador, chegava em casa e ligava a TV para me fazer companhia e tirar o silêncio da casa. Ela me distraía com imagens, notícias, seriados e filmes. Sei que os canais daqui são todos em finlandês, mas de qualquer jeito vai sair dela som e imagem, isso já basta para eu não ficar ouvindo o ponteiro do relógio e para, às vezes, dar um tempo fora do computador. Os canais em finlandês irão me ajudar quando eu estiver fazendo o curso de finlandês em Janeiro. Se der, no próximo ano, a gente assina alguns canais fechados em inglês mesmo, isso vai me forçar a estudar inglês. Eu acho que a TV também vai ser muito útil para Lu. Ele tem chegado muito cansado em casa e a TV vai ser uma forma dele descansar a cabeça quando voltar do trabalho e sair um pouco da frente do computador também. Em dezembro a gente vai saber na prática como vai ser, mas acho que vai ser bom!
No domingo fomos em um evento lá em Helsinki, na rua Aleksanterinkatu. Essa rua fica no centro de Helsinki, todo ano o prefeito faz um discurso na praça do Senado e simboliza o início do Natal apertando um botão que acende todas luzes que enfeitam essa rua e a árvore de Natal que fica na praça do Senado. Chegamos muito cedo, não tinha quase ninguém na rua e nem na praça, aproveitamos para tirar algumas fotos.


Aleksanterinkatu antes do desfile


Eu na Praça do Senado


Universidade de Helsinki


Lu na Praça do Senado


Catedral Ortodoxa

Depois encontramos o pessoal do UNICEF e fui conhecer Maiju, foi com ela que eu troquei emails. Ela nos levou para outro lugar onde estava a árvore de Natal do UNICEF. Eu pensei que era uma árvore de mentira, como aquelas que a gente compra nos supermercados, mas não era, era um pinheiro bem grande e de verdade (veja a foto abaixo).


Árvore de natal do UNICEF

Antes de chegar na árvore, eu e Maiju conversamos em inglês e quando eu esquecia as palavras, eu pedia ajuda de Lu que vinha logo atrás. Algumas coisas que ela falava eu não entendia, mas ia levando com sorriso e tudo dava certo.
Quando chegamos no local, conheci outras pessoas bastante simpáticas. Maiju me deu um colete do UNICEF e me explicou o que eu teria que fazer: colocar os enfeites na árvore de Natal do UNICEF. Bem simples, né? Para fazer isso tive que tirar a luva pois era muito difícil dar o nó nos fiozinhos dos enfeites com as luvas. Estava ventando e fazendo muito frio, minhas mãos quase congelaram, mas consegui finalizar meu trabalho.


Eu sendo voluntária do UNICEF

Enquanto isso, as outras pessoas do UNICEF distribuíam um outro enfeite com um espaço em branco. As pessoas que estavam passando perto da árvore pegavam esses enfeites em branco, doavam 2 euros por cada enfeite, escreviam uma mensagem e no final pregavam na árvore. Esse dinheiro arrecadado foi destinado a projetos sociais na África. Para minha surpresa muita gente contribuiu.
Depois de fazer todo meu árduo trabalho, entreguei meu colete para Maiju, me despedi de todos e agradeci pela paciência. Maiju me deu alguns cartões para distribuir no caminho para a praça do Senado (a árvore de Natal do UNICEF fica no início da rua Aleksanterinkatu e a praça do Senado no final ou o contrário depende de onde você chega). Foi difícil distribuir os cartões, eu dizia as pessoas "Hei! Visit the Christmas tree!", algumas pessoas paravam e me ouvia, outras simplesmente faziam não com a cabeça, mas eu insistia e dizia apontando para o cartão "It's free!", só assim para elas pegarem o cartão. Desconfio que elas tiveram essa reação pois acharam que eu estava vendendo os cartões ou talvez elas não gostam de serem abordadas dessa forma, sei lá, o que importa é que eu consegui distribuir todos os cartões. :)
Quando chegamos na praça do Senado, o coral estava terminando de cantar, o Papai Noel e o prefeito tinham acabado de chegar e estavam andando em direção ao coral. O prefeito fez o seu discurso, apertou o botão, as luzes se acenderam, não fez muita diferença, ainda estava claro, então não foi muito empactante. Se formos comparar a produção desse evento com a produção do natal do Pelô, o natal do Pelô dá 1000 a 0. Mas valeu ter ido para conhecer.


Coral de Natal em frente à Catedral de Helsinki


Árvore de Natal com luzes acesas


Eu e Lu na Aleksanterinkatu com as luzes acesas

Depois o Papai Noel fez o seu discurso, todos aplaudiram e foram andando em direção a rua e lá fomos eu e Lu sem saber o que iria acontecer ali. Todos estavam parados em pé na calçada e as crianças sentadas no parapeito da rua olhando em direção a praça do Senado. Alguma coisa iria acontecer e aconteceu! Começou um desfile de Natal, passaram uns acrobatas, o coral, o Papai Noel, um caminhão com presentes de mentira, outro caminhão com som, uns dançarinos e umas fadas. Valeu a pena! Quando o Papai Noel passou na nossa frente, o carro dele parou, Lu aproveitou e tirou uma foto dele (vejam abaixo), na mesma hora ele olhou pra gente sorriu e disse "Merry Christmas", foi emocionante!


Papai Noel

Quando terminou o desfile, eu e Lu fomos almoçar e voltamos para casa. Foi um dia muito bom!

Ontem também foi um dia muito bom para gente, nos fez muito bem mesmo! Conhecemos Sanna, ela é uma finlandesa muito alegre e sensível, é difícil encontrar uma pessoa assim por aqui. Ela conhece Salvador e ama a Bahia. Ela foi pra Salvador para trabalhar no projeto Axé e conheceu um outro Salvador que não parece nos cartões postais. Por essa experiência, ela sabe falar bem português e nós conseguimos nos entender muito bem. Ela nos convidou para jantar em um restaurante finlandês "Sea Horse", comer comida finlandesa. O lugar é bem aconchegante, vejam a foto que tiramos lá. A comida estava ótima e a conversa também. Foi uma noite maravilhosa! Vamos com certeza marcar outra coisa logo.


Eu, Lu e Sanna

9 comentários:

Anônimo disse...

Obaaaa, sou a primeira a comentar, devemos estar as duas on line... que dia bom esse do Natal, hein? Agora vocês estão encontrando vantagens em morar no freezer do mundo (uma amiga minha diz que a Noruega é a geladeira, então a Finlândia deve ser o freezer); vocês JÁ encontraram o Papai Noel! Adorei que você colocou o Noel e o prefeito na mesma frase, como se os dois fossem igualmente reais e talvez trabalhassem no mesmo prédio, ficou engraçado... e uma finlandesa, simpática, doce e que fala português?? Agarrem-na, não deixem ela fugir!
beijos no casal
Lia.

Anônimo disse...

E eu sou a segunda!!!
Delícia ver vocês explorando e descobrindo esse mundo tão diferente.
Vc fez o maior sucesso aqui nomescritório, vestida de voluntária do UNICEF!
Beijos!
Salete

Wagner Saback Dantas disse...

Ei, então eu sou o terceiro! ;-)

Adorei o post, Cá! Que aventura a sua como voluntária da UNICEF, hein? E Lu, muito sorridente nas fotos e sempre prestativo, lindão! Adorei!

Por aqui, chuvas e um visitante ilustre: Charles Novaes (Charlinho)! Ficará em Floripa até sexta-feira. :-D

Gostei da novidade desta moça finlandesa. Ela, de fato, deve ter presenciado muitas situações inerentes à nossa querida Salvador.

Por ora, fico por aqui, mas sempre de olho nas novidades!

Grande beijo e estejamos em paz!

É isso,
Wagner.
(Brasil, Santa Catarina, Fpolis, 28.11.2006, 19h42 - horário de verão)

Papai disse...

Carol e Lucas,
Vocês estão realmente explorando os locais os contatos e eventos. É isso mesmo o trabalho com a UNICEF pode ser um grande canal. Lendo o blog tenho a sensação de ler uma bela e boa reportagem, Carol você tem jeito para a escrita. Desenvolva esse lado, pois de repente você vai gostando e acaba escrevendo um livro.

Beijão do Papai, mamãe e Yuri

Yupanuqi disse...

Na moral

Yupanqui disse...

(apertei 'enter' sem querer hihihi)
Faça uma conexão inicial entre Sanna e eu!
Me apaxonei!!!!
hehehehe

besotas

Mônica Paz disse...

Hoje o blog serviu para me desestressar (por uns isntantes) do trablaho de BD. E serviu também para eu saber um pouco mais de você, já que nossas conversas se resumem a minha pessoa importantíssima ;-P

Teea disse...

Carol,
acabo de comentar no seu primeiro post por causa do link no blog de Lucas...e ainda não tinha visto os posts mais novos...
Seu blog está ficando bem legal! Acho que conheço a Sanna tb (fomos a mesma aula de portugues faz uns anos? Se não me engano...)

beijinhos, Teea

Carlinha disse...

Oi Caca,

Estou sumida daqui mas correndo atrás para ler as novidades! Estou curiosa para saber se saiu a moquequa!!! :)

E ao ler me toquei que a muito tempo não como um acarajé rsrsrsrs Deu vontade ao ler o seu desejo :)

O que eu gostei também desse post foi ter notícias de Lu!!! Espero muito que ele entre no ritmo do trabalho aih e sinta-se mais confortável com a rotina.

Beijos com saudades,
Carlinha