quinta-feira, janeiro 11, 2007

Passeio no fim de semana (1)

Quando Salete esteve aqui ela pegou no ponto de informação para turistas que fica perto da praça Esplanadi um livrinho que tem 6 circuitos para fazermos a pé por Helsinki. No sábado passado, fizemos o circuito 2 do livrinho que vai da Railway Station até o Töölö.
Pegamos um ônibus para o Kamppi e começamos o nosso passeio. Fizemos o circuito ao contrário, mas isso não foi problema, deu tudo certo. Saímos do Kamppi pela saída que dá acesso a avenida Mannerheimintie. Aquele prédio baixinho que fica na frente do Kamppi era uma estação de ônibus, que foi concluída em 1832. Acho que hoje está desativada, nunca vi nenhum ônibus parado lá. Sempre que passo por lá vejo algumas exposições ao ar livre no lugar onde os ônibus paravam, é muito bom ter isso a nossa disposição, a cidade fica mais bonita. Na foto abaixo dá pra ter uma noção do que eu acabei de falar.


Estação de ônibus (1832)


Passamos bem rapidinho por lá, só o tempo para tirar uma foto. É um lugar que a gente sempre passa, outro dia podemos ver com mais calma, mas foi bom saber qual era a sua função.
Atravessamos a avenida Mannerheimintie em direção a uma estátua de um cavaleiro. Essa estátua é do Field Marshal C. G. E. Mannerheim montado em seu cavalo. Mannerheim foi o comandante do exército finlandês durante a Segunda Guerra Mundial. É por isso que essa avenida se chama Mannerheimintie, agora sim, tudo ficou mais claro.


Estátua do comandante Mannerheim (1870-1956)


Atravessamos de volta a avenida Mannerheimintie e vimos um monumento bem bonito que nos chamou a atenção, não constava no nosso livrinho, mas como era caminho a gente foi dar uma olhadinha no que se tratava. Era um monumento em homenagem aos 100 anos de democracia da Finlândia (1906-2006), são muitos anos de democracia, né? Fiz uma pesquisa rápida no google para saber quantos anos o Brasil tem de democracia, já que o Brasil é o meu país de referência. Descobri que o Brasil foi um país democrático de 1946 a 1964, até o golpe militar. Após o fim da ditadura militar em 1985, o Brasil voltou a ser um país democrático e isso se mantém até hoje. Então, façam as contas comigo: (1964 - 1946) + (2007-1985) = 40 anos de democracia. Então dá para perceber que 100 anos não é pouco tempo.


Monumento em homenagem aos 100 anos de democracia finlandesa


Seguimos o nosso passeio e logo avistamos o Parlamento da Finlândia, é uma construção gigante e muito bem trabalhada! Foi construído entre 1925 e 1931 e no livrinho tem escrito que utilizaram os melhores materiais. Não entramos no Parlamento, mas acho que deve ser muito bonito. Quem sabe um dia a gente vai lá assistir uma sessão plenária? Com o nosso vasto finlandês, nós vamos entender tudo com certeza! :)


Eu na frente do Parlamento da Finlândia


Na frente do Parlamento tem duas estátuas. Uma estátua do presidente P. E. Svinhufvud (1861-1944) feita em 1961, ele foi o terceiro presidente da Finlândia, presidiu de 1931 até 1937. A outra estátua é do primeiro presidente da Finlândia K. J. Ståhlberg (1865-1952) feita em 1959, ele foi presidente de 1919 até 1925. Eu entendo porque fizeram a estátua de Ståhlberg, ele foi o primeiro presidente, mas qual foi o motivo para fazer a estátua de Svinhufvud? Li que ele foi o primeiro ministro do segundo presidente da Finlândia (Relander), quando foi presidente indicou Mannerheim para ser o presidente do conselho de defesa da Finlândia e que combateu os movimentos comunistas. Será se foi por essas coisas? Não sei...


Svinhufvud, presidente da Finlândia


Ståhlberg, primeiro presidente da Finlândia


No Brasil, o primeiro presidente foi Deodoro da Fonseca. Em 15 de novembro de 1889, ele proclamou a república brasileira e presidiu desse dia até 23 de novembro de 1891. Agora você descobriu o porquê do feriado de 15 de novembro, não foi? Não precisa ter vergonha por não saber, tem muita gente que também não sabe os significados de cada data comemorada no Brasil. São muitos feriados, tudo bem, mas acho que devemos saber um pouquinho mais do que somente ficar feliz porque é um dia livre. Eu sei algumas datas e o porquê de algumas, fui obrigada a decorar quando era criança. Hoje, minha visão sobre a história do Brasil e de outros países, como a Finlândia, mudou. Eu não leio mais por obrigação, já que não tem ninguém me obrigando e não tenho nenhuma prova para fazer a respeito disso. Leio por curiosidade para saber como foi a história do Brasil e da Finlândia, comparo as datas dos dois países, procuro saber o que estava acontecendo no Brasil quando um evento importante aconteceu na Finlândia e assim, posso entender um pouco sobre a cultura de cada país e compreender as diferenças de cada povo. Isso é legal, eu aprendo muito sobre os dois países.

Ah! Não pensem que sei todas essas informações, meus conhecimentos históricos sobre a Finlândia e o Brasil ainda são muito superficiais. Enquanto escrevia esse post, tinha o wikipedia me ajudando e de vez em quando o google, é claro! Com esse post aprendi mais um pouquinho da história dos dois países, amanhã continuo escrevendo como foi o resto do passeio e, se for possível, farei algumas comparações da história dos dois países.

6 comentários:

Anônimo disse...

Carol, a estação que está na foto funcionou até ano passado (ou anterior... os anos passam tão rápido que nem me lembro direto!). A estação e o shopping de Kamppi são bem novos ainda.

Admito que realmente não sei nada de história ;) Mas concordo com vc: também queria aprender mais agora porque já não é por obrigação como foi na escola.

Beijinhos, Teea

Anônimo disse...

Aguardo ansioso para saber como foi a visita de vocês ao tololó.

Ah! A banda pra vc procurar é 'parangolé'. Duas músicas, uma delas eu ouvi no mercado modelo na última 2a-feira: 'só as cabeças', e a outra é 'delícia'. Divirta-se.

Beijos,

Anônimo disse...

AULA DE HISTÓRIA TRANSCULTURAL: ameeeeiii!!!!!

beijos
Lia.

Anônimo disse...

Carol
Voce é de mais. Muito bom conhecer este lugar atraves dos seus conhecimentos.
Continue crescendo.Beijos, mamae

Kinha! disse...

Ainda não acabei de ler... só queria avisar que estou com saudades! Não nos falamos direito esse ano ainda :-(
Beijos

Anônimo disse...

Carol, definitivamente vc tem a manha do ensino, de mostrar e dar significado a coisas que parecem comuns.
Que delícia de roteiro!
Bjs,
Salete